O Significado Ocultista do “Olho que Tudo Vê” na Indústria do Entretenimento

olho27                                                                                                                   

Para aqueles de nós que conhecem o ocultismo e os Illuminati muito bem, o elemento que se destaca acima dos outros é o “Olho Que Tudo Vê”. Esse é o mais importante símbolo dos Illuminati, pois exemplifica o poder sobrenatural que recebem de Lúcifer, o próprio Satanás. Como você pode ver no símbolo no verso da nota de um dólar, o típico “Olho Que Tudo Vê” está retratado na forma de uma pirâmide,  pairando sobre a pirâmide incompleta que representa o projeto inacabado de conduzir o mundo rumo à Nova Ordem Mundial e colocar em cena o Cristo maçônico.


Portanto, os satanistas acreditam que esse o “Olho Que Tudo Vê” é um poderoso amuleto protetor. Assim, esse olho está sendo usado corretamente de acordo com a doutrina satânica.


Depois, observe que a maioria desses olhos são todos do mesmo tipo — no olho esquerdo!


"Já que o olho que tudo vê representa o Osíris egípcio, vejamos quem é Osíris. Ele cometeu incesto com sua irmã Ísis, o que resultou no nascimento de Hórus... o deus egípcio dos mortos, bem como um deus-sol... Osíris é conhecido por muitos outros nomes em outros países... Na Trácia e na Grécia, era conhecido como Dionísio, o deus dos prazeres, das festas e do vinho... Os festivais realizados em homenagem a Dionísio freqüentemente resultavam em sacrifícios humanos e ritos sexuais orgiásticos. Os frígios conheciam Osíris como Sabásio, e ele era adorado como a divindade solar (um deus-sol) que era representada por chifres e tinha como emblema uma serpente. Em outros lugares, ele era conhecido por outros nomes: Deouis, Júpiter-menino, Órion, Saturno, Plutão-menino, Iswara, o Alado, Ninrode, Adônis, Hermes, Prometeu, Poseidon, Butes, Dardano, Hímero, Ímboro, Iaso, Zeus, Iaco, Hu, Thor, Serapis, Ormuz, Apolo, Tamuz, Atus, Hércules, Xiva (ou Shiva), Moloque e, acredite se quiser, BAAL!" [Burns, Masonic and Occult Symbols Illustrated, pág. 359; ênfase no original].

 

Maçonaria Na nota de um dóllar


 

Essa última revelação é bastante nefasta, não é mesmo? O Olho Que Tudo Vê representa o demoníaco deus Baal, cuja adoração foi condenada por Deus em termos inquestionáveis. Deus repetidamente ordenou aos reis fiéis que combatessem a adoração a Baal em Israel, executando os sacerdotes e destruindo os obeliscos e demais artefatos de adoração. [Jeremias 19:5; 32:35] Veja como Deus argumenta contra a adoração a Baal:


"E edificaram os altos de Baal, que estão no vale do Filho de Hinom, para fazerem passar seus filhos e suas filhas pelo fogo a Moloque; o que nunca lhes ordenei, nem veio ao meu coração, que fizessem tal abominação, para fazerem pecar a Judá." [Jeremias 32:35].


Deus condena a adoração a Baal em termos inquestionáveis, uma adoração associada ao Olho Que Tudo Vê.


Entretanto, a Maçonaria não encontra problemas em reverenciar o Olho Que Tudo Vê! Veja o que os próprios autores maçons dizem, a começar por Albert Pike:


"A Estrela Flamejante (o pentáculo) é considerada um emblema da Onisciência, ou do Olho Que Tudo Vê que, para os iniciados egípcios, era o emblema de Osíris, o Criador." [Pike, Morals and Dogma, págs. 16-26].


Assim sendo, o Olho Que Tudo Vê é o símbolo da onisciência do deus-sol, Lúcifer, a quem eles adoram. Esses olhos que tudo vêem representam a onisciência de Hórus, que é Lúcifer nos mistérios satânicos egípcios. O autor maçom Carl Claudy escreveu: "Esse é um dos mais antigos e mais difundidos símbolos para representar Deus. Nós o encontramos no Egito, na Índia... O Olho Aberto do Egito representava Osíris. Na Índia, Xiva é representado por um olho." [Carl Claudy, Introduction To Freemasonry: Entered Apprentice, Fellowcraft, and Master Mason Complete In One Volume (Introdução À Maçonaria: Aprendiz Iniciado, Companheiro e Mestre Maçom Completo em Um Volume).


Vejamos o que um site ocultista diz sobre a representação desse olho:


O olho que tudo vê, olho da Providência ou all seeing eye é a representação do grande poder da onisciência divina. Simboliza a penetração em tudo, a impossibilidade de escapar da vidência Divina. Tem estreita ligação com o símbolo maçônico conhecido como Delta radiante, figura de um triângulo eqüilátero radiante com um IOD ou olho em seu centro (símbolo da divindade). Muito similar ao olho da Sabedoria de Horus. É o símbolo máximo presente em um Templo. No selo da nota de um dólar Americano encontramos uma peculiar representação deste: O significado do número 13, que aparece em cima deste símbolo, não é limitado ao número das colônias originais. O emblema secreto dos neófitos antigos, composto aqui de 13 estrelas, aparece também acima da cabeça da "águia." O moto, E Pluribus Unum ("De muitos, um"), contem 13 letras, como também a inscrição, Annuit Coeptis ("Anunciando o nascimento da") A "águia" carrega em sua garra direita 13 folhas e 13 bagas e em sua garra esquerda um feixe de 13 setas. A pirâmide consiste em 72 pedras arranjadas em 13 fileiras Sabe-se que o número 13 é o número da morte no tarot, símbolo este de mudança e rompimento com o passado, Transformação radical, renascimento, Libertação dolorosa, Novas perspectivas.

 

macon                                                                                                                                                  
Alguns não acreditam que a Maçonaria tem ligação com esse simbolo, mas leia o que a própria Wikipédia diz sobre esse simbolo:


…o “Olho que Tudo Vê” também aparece como parte da iconografia da Maçonaria. O Olho que Tudo Vê é então um lembrete para os Maçons de que sempre são observados pelo Grande Arquiteto do Universo. Tipicamente o Olho Maçônico da Providência tem um semi-círculo de luz sob o olho — frequentemente com os raios incidindo para baixo. Às vezes, um triângulo é incluído ao Olho, mas isto é visto como uma referência à preferência do Maçom para o número três em numerologia. Outras variações do símbolo também podem ser achadas, com o olho sendo substituído pelas letras ‘G’, representando o Grande Arquiteto. A primeira referência Maçônica oficial ao Olho está em O Monitoramento Maçônico por Thomas Smith Webb em 1797…

 


Vejamos alguns artistas que fazem parte dessa “coincidência” :

 

 olho2 olho11 olho13

olho15  olho4   olho26

olho7  olho10 Cenário de um dos clipes de Shakira

olho28 

 

olho25                                                                                     

                                  

E alguns ainda falam que Lady Gaga não faz nenhuma mensagem subliminar :

 

olho6 olho8

olho18 olho19

olho24 olho27


 

Claro que se você tirar uma foto que saia somente um dos seus olhos ou coisa parecida, é óbvio que você não é uma marionete ou coisa do tipo, mas lembre-se que em clipes, filmes e etc, tudo é arrumado e editado antes de ir para o ar. É exatamente isso que torna esses artistas marionetes, porque alguns podem até não saber, mas o fazem, trabalham para essa mídia. E essa midia na maioria dos casos contrata coreógrafos ou diretores satanistas ou ocultistas. Mas se você é mais um que acha que tudo isso é uma mera bobagem, e depois vem fazer comentários como o lendário “nada a ver”, você pode até escrever, mas o que estará dizendo não passa de um…

 

Agradecimentos: The Cutting Edge